GUELRA - Viagem Sentimental de Francisco Camacho

Viagem Sentimental


“Viagem Sentimental” é um projecto do coreógrafo Francisco Camacho que se centra na pesquisa de uma determinada zona geográfica para a construção de um espectáculo que reflecte a sua observação de pontos de interesse e as perspectivas sobre a história, a cultura e os costumes locais que recolhe em conversas com habitantes diversificados.

A reelaboração dos materiais reunidos está na base do desenvolvimento de um espectáculo sempre diferente em cada terra onde se desloca. Em Braga, o coreógrafo dá-nos a conhecer o seu encontro com a cidade, numa viagem em que explora as potencialidades coreográficas na paisagem e movimentos do território bracarense, a par da revisitação da sua biografia pessoal.


Bio:

Francisco Camacho é coreógrafo, bailarino, membro fundador e director artístico da EIRA. Estudou dança e teatro em Portugal (Companhia Nacional de Bailado e Ballet Gulbenkian) e em Nova Iorque (Merce Cunningham Dance Studio, Movement Research, Susan Klein School e Lee Strasberg Theatre Institute), e teve formação adicional em voz, guionismo e escrita criativa. É reconhecido internacionalmente como um dos protagonistas do forte movimento da dança contemporânea que teve início no final da década de 80 em Portugal, apresentando-se pela Europa, América, África e Ásia, desde essa altura. Vários dos seus solos, como “O Rei no Exílio” e “Nossa Senhora das Flores”, e das suas peças de grupo, como “Dom São Sebastião” e “Gust”, são hoje obras de referência na história da Dança Portuguesa. Foi galardoado com o Prémio Bordalo da Casa da Imprensa na área da Dança (1995 e 1997) e com o Prémio ACARTE/Maria Madalena de Azeredo Perdigão da Fundação Calouste Gulbenkian (1994/95), a par de uma Menção Especial do mesmo Prémio (1992/93). Depois da passagem pelo Ballet Gulbenkian enquanto estagiário (1984/86), dançou com Paula Massano, coreógrafa pioneira da dança contemporânea portuguesa. Prosseguiu a actividade de intérprete com Creach/Koester, Meg Stuart, Alain Platel, Carlota Lagido, Miguel Moreira e Filipa Francisco, entre outros coreógrafos portugueses e estrangeiros. Destaca a colaboração regular com Meg Stuart, em particular no espectáculo “BLESSED”, com mais de cem apresentações. Adicionalmente, participou como actor em espectáculos de teatro de Lúcia Sigalho e Tonan Quito. Apresentou espectáculos de dança em co-autoria com Mónica Lapa, Vera Mantero, Carlota Lagido, Vera Mota e Sílvia Real, assim como co-criações com os encenadores Fernanda Lapa e Miguel Abreu. Realizou intervenções coreográficas para uma obra de Pedro Cabrita Reis no Museu de Arte Contemporânea de Bona e para a exposição de Francis Bacon no Museu de Serralves, a par dos projectos para espaços não-convencionais ‘Performers Anónimos’ e ‘Danças Privadas’. Ensina regularmente em Portugal e no Estrangeiro.

foto: Cláudio Marques.







Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square